This website requires JavaScript.
Estonia Bandeira

Cervejas de Estonia

História da cerveja en Estonia

A Estónia tem uma longa tradição cervejeira desde os tempos em que a cerveja era considerada mais segura do que a água—antes do advento dos modernos sistemas de saneamento. Há ainda vestígios da tradição agrícola especialmente na ilha de Saarema, onde estilos locais como Koduõlu ou Taluõlu, semelhantes aos modernos sour/wild ales, ainda sobrevivem. O fabrico artesanal de cerveja em quintas foi muito dificultado pela chegada de cervejas industriais modernas, especialmente com a construção da famosa cervejaria A. Le Coq, que fez com que o fornecimento de cervejas fosse reduzido a cervejas de estilo pilsner. Posteriormente, a era soviética também não foi boa para a preservação dos estilos tradicionais estónios. O movimento craft só chegou à Estónia em 2011, com a fundação de Põhjalasour/wild alesa primeira cervejaria artesanal a colocar a Estónia no mapa, destacando as suas reinterpretações do estilo Baltic Porter, mas recentemente váriss micros novas estão a tomar a escea, como Pühaste, Lehe, Tanker ou Õllenaut.

Cervejeiros de Estonia